Páginas


"Ultrapassa-te a ti mesmo a cada dia, a cada instante. Não por vaidade, mas para corresponderes à obrigação sagrada de contribuir sempre mais e sempre melhor, para a construção do Mundo. Mais importante que escutar as palavras é adivinhar as angústias, sondar o mistério, escutar o silêncio. Feliz de quem entende que é preciso mudar muito para ser sempre o mesmo".

Dom Helder Câmara


sábado, 30 de abril de 2011

Melhor Postagem - Abril de 2011.

Exatamente as 17,10h encerramos a votação da indicação da melhor postagem de Abril de 2011. Levantado o presente resultado:

Primeira - A Barreira do Adeus - Vicente Rodrigues de Almeida - 07 votos.

Segunda - Cordel Encantado - Dr. Savio Pinheiro - 05 votos.

Terceira - Conheça o Crato em 300 fotos - Dihelson Mendonça - 04 votos.

Quarta - Despedida do Roçado - Mundim do Vale - 03 votos.

Quarta I - Razão e Emoção - Paulo Viana - 03 votos.

Foram registrados dezenas de postagens com um e dois votos. Parabenizamos os colaboradores pelas quase 300 postagens deste mes. A Barreira do Adeus, a grande campeã, trata-se de um apanhado, de um levantamento e estudo das historias dos varzealegrenses que deixaram nossa terra postadas no decorrer de sua existencia.

Segunda-Feira faremos a reedição da postagem e colocaremos a foto do autor na galeria de homenageados com a medalha Major Joaquim Alves.

Parabens ao Colaborador - Vicente Rodrigues de Almeida.

COMO NASCE UMA AMIZADE - por Mundim do Vale

Desafío.
Quem seria a garota que me deu aquela resposta, tão clara e objetiva?
Não vale para a Flor do Chico, porque ela sabe de tudo.


sábado, 30 de abril de 2011

COMO NASCE UMA AMIZADE

Chegou na minha cidade
Uma garota faceira,
Que vinha lá da ribeira
Trazendo felicidade.
Eu disse com vaidade:
- Não pense que é desaforo,
Tu é um rico tesouro,
De um bom conta de fada.
Merece ser bem cuidada
Como um pacote de ouro.

A garota destemida
Me respondeu mesmo assim:
- Te orienta Raimundim
Que eu não sou convencida.
Nesses meus anos de vida
Nunca pensei em namoro,
Não sou pacote de ouro
E nem um conte de fada.
Fiquei muito embaraçada
Com esse seu desaforo.

- Garota não leve a mal
A minha indilicadeza,
Eu lhe juro com certeza
Que não foi intencional.
Acho muito natural
Um elogío a alguém,
Mostrando tudo que tem
Sem uzar de ironia.
Pois eu conduzo alegria
Sou mensageiro da paz.

- Eu recebo, meu amigo!
Seu pedido de perdão,
Também não tive intenção
De ser grosseira consigo.
Meu coração é um abrigo
Que tem a capacidade,
De acolher felicidade
E o seu forte argumento.
A partir desse momento
Você tem minha amizade.

Mundim do Vale.

023 - Historias de varzealegrenses.


Jose Raimundo de Morais - Ze André do Sanharol.

Certa feita, Jackson Teixeira convidou Jose André para conhecer uma Granja de sua propriedade localizada nas proximidades do Alto do Tenente. Chegaram no local, e, sairam olhando os galpões, as instalações, aquela pintarada danada.

Zé André falando no seu sistema agudo, muito alto, volume total, nos sortinidos. Lá pras tantas Jackson se impacientou e disse: Ze André fale baixe homem, esses frangos não podem ouvir zoada não, qualquer barulho eles se extressam e morrem todos, não fica um pru indez.

Zé André seguiu o restante da granja calado, sem dá um piu. Jackson foi deixá-lo no Sanharol e quando fez a manobra pra ir embora Zè André falou: Ei Jackson, eu estou muito preocupado com o teu empreendimento: o que tu vais fazer no dia que der um truvão grande?

aam

Melhor Postagem Abril 2011 - Faça sua indicação até o final do Dia.

Apresentamos o placar de momento:

A Barreira do Adeus - Vicente Almeida - 6 votos.

Cordel Encantado - Dr. Savio Pinheiro - 4 votos.

Conheça o Crato em 300 fotos - Dihelson Mendonça - 4 votos.

Despedida no Sertão - Mundim do Vale - 3 votos.

Razão e emoção - Paulo Viana - 2 votos.

Paisagens de Varzea-Alegre - Wilton Bitu - Magnolia Fiuza - 2 votos.

São dezenas de postagens com uma indicação. Varias do Mundim do Vale.

sexta-feira, 29 de abril de 2011

O SHOW DO ANO - 3 dos maiores instrumentistas Cearenses juntos pela primeira vez no CCBNB - Neste Sábado, 30 de Abril - 20Hs

cartazshowcleivan30abril


O SHOW DO ANO - 3 dos maiores instrumentistas Cearenses juntos pela primeira vez no CCBNB - Neste Sábado, 30 de Abril - 20Hs - no ENCERRAMENTO das Festividades pelos 5 Anos do Centro Cultural Banco do Nordeste - CARIRI

022 - Historias de varzealegrenses.


Jose Alves Bitu,.

Quem conheceu Ze Bitu das Lagoas sabe o quanto era bom, justo, amigo, espirituoso e bem humorado. Apesar de cisudo e a cara sempre fechada, seus repentes eram de um refino a toda prova. Certa vez, foi ao Juazeiro fazer uma consulta medica acompanhado de uma das filhas. Chegando ao consultorio tinha uma senhora com um menino muito danado. O menino não parava, quebrava um jarro aqui, rasgava uma revista ali, e assim passava o tempo todo.

Zé Bitu perguntou para mulher: a senhora só tem este filho? Não - respondeu a mulher, tenho outro maiorzinho que ficou em casa. Ze Bitu coxixou para a filha: deve ter ficado amarrado.

Certa feita, chegando a casa do compadre Pedro Piau, o encontrou misturando mel de engenho com farinha. Pedro Piau perguntou: Compadre Ze Bitu, voce já viu uma coisa mais dificil do que misturar mel de engenho com farinha? Resposta no ato: Já compadre, separar depois.

Outra vez, Maria Caetana aproximando-se para comprar cigarros disse: Seu Zé Bitu eu só tenho dois defeitos: bebo e jogo. -Jose Bitu respondeu na hora - Dois defeitos grandes pra uma moça.

aam

Melhor postagem Abril 2011 - Continue indicando.

Resultado até o momento:

A Barreira do Adeus - Vicente Almeida - 5 votos.

Despedida no Roçado - Mundim do Vale - 3 votos.

Cordel Encantado - Dr. Savio Pinheiro - 3 votos.

Conheça o Crato em 300 fotos - Dihelson Mendonça - 3 votos.

Carta de Zé Agricultor para Luiz da Cidade - Magnólia Menezes - 1 voto.

Sétima Romaria a Capela de Maria de Bil - Claudio Sousa - 1 voto.

Carta de Pero Vaz de Caminha - Mundim do Vale - 1 voto.

Receitas de Quaresma - Magnolia Fiuza - 1 voto.

Historias de varzealegrenses - Blog do Sanharol - 1 voto.

Sonho Meu - Mundim do Vale - 1 voto.

Poemas - Claude Bloc - 1 voto.

Poemas Paulo Viana - 1 voto.

Nós era carne e unha - Mundim do Vale - 1 voto.

Verdades ou Mentiras - Xico Bizerra - 1 voto.

Boi na Cajarana - Mundim do Vale - 1 voto.

Dia Mundial da Saude - Dr. Rolim - 1 voto.


Faça sua indicação na área de comentários para ficar o registro. Encerraremos amanha, dia 30 de Abril, as 17 horas.


quinta-feira, 28 de abril de 2011

BR - 230 - Perigo.

A situação da BR - 230, entre Várzea Alegre e Farias Brito, é preocupante. Os buracos na pista obrigam os motoristas a fazerem manobras arriscadas, e mesmo assim, não há como evitar cair nessas verdadeiras crateras abertas ao longo da rodovia.

A buraqueira aumenta o tempo de viagem entre os dois municípios, já que os condutores de veículos andam mais devagar.

Motoristas que precisam passar diariamente pelo trecho, reclamam de danificações nos veículos em razão do esforço maior das máquinas.

Além dos buracos, outro perigo é a ponte sobre o riacho da Vacaria, na altura do sítio Recanto, que está comprometida. Nesta ponte, uma parte da pista cedeu e a cratera aberta já tomou cerca de 1/3 da rodovia. No local, o trânsito é feito em meia pista.

O Denit já foi oficiado sobre o problema pela Câmara de Vereadores e pela Prefeitura Municipal de Várzea Alegre, mas não tomou nenhuma providência.

Os universitários varzealegrenses que estudam na região metropolitana do Cariri, também já se manifestaram pedindo a recuperação da ponte.

Reporter Franzé Sousa - TV Verdes Mares Cariri.

Melhor postagem de Abril 2011 - Faça sua indicação.

Faça sua indicação para melhor postagem do mes de Abril de 2011. Na área de comentários temos o resultado até o momento. Participe.

021 - Historias de varzealegrenses.


Zé Felipe.


Numa das idas e vindas do Zé Felipe pelo mundo a fora, um dia, ele saiu diante de um conterraneo, pras bandas do Mato Grosso, mais precisamente na cidade de Jaciara. Foi um encontro inesperado, agradavel e de uma boa conversa. Na prosa o nosso conterraneo lamentava a falta de queijos do Inhamuns, por aqueles lados. Pelo visto, saudades de parentes e aderentes não as tinha. Lembrou-se apenas dos queijos.

Ze Felipe, ao se despedir disse para o amigo: da proxima vez que por aqui vier vou trazer um queijo dos Inhamuns para voce matar a saudade. Mais dias, menos dias, o Zé Felipe, quando menos esperou, estava ha poucos quilometros da casa do conterraneo outra vez. Lembrou-se da promessa, não titubiou, entrou na primeira bodega e comprou um queijo e tomou chegada da casa do amigo. Chegando la, se apiou do carro, entregou o quejo, e, o cearense reuniu a familia, tirou um pedaço do queijo, comeu e disse para os filhos: meninos venham comer queijo de verdade, diferente dessas porcarias que fazem por aqui. Esse é dos bons, é dos Inhamuns.

aam

Leia as Notícias de hoje, 28 de Abril no JORNAL CHAPADA DO ARARIPE ONLINE


O Maior Portal de Notícias e Assuntos do Cariri na Internet:

http://4.bp.blogspot.com/-zr1413ed5lo/TbelcKnym9I/AAAAAAAAW58/ecfHtUQmwz4/s1600/chapada%2Bdo%2Bararipe%2Bcapa%2B27%2Bde%2Babril%2Bde%2B2011.jpg

Clique nos links abaixo para ler as Notícias de hoje, 28 de Abril

Fórum debaterá Plano de Saneamento Básico dia 6, em Crato
Lideranças comunitárias vão à câmara do Crato reivindicar ação do executivo
Licença Prévia para construção de Refinaria no ceará é aprovada
Casarão do Século XIX recebe Restauração em Barbalha
Programação da Festa de Santo Antonio de Barbalha 2011
Barbalha – Famílias da zona rural serão beneficiadas com cisternas
Cenbtenário de Juazeiro será apresentado em encontro nacional
Provinha Brasil auxilia educadores e gestores no desenvolvimento da alfabetização
Prefeito do Crato participa de reunião do Condirc
Começa hoje, em Crato, o Abriu pra Juventude 2011
Prefeitura entrega mais um PSF à população de Juazeiro do Norte
Com gol relâmpago, Ceará derrota Prudente e avança na Copa do Brasil
Tempestades, enchentes e tornados deixam 24 mortos nos Estados Unidos
Lula defende ex-tesoureiro do PT e diz que Delúbio é um “cidadão comum”
Lei garante remédios gratuitos para portadores de câncer de próstata no Rio
iPAD 2 da Apple no Brasil ?
Tráfego do Facebook ultrapassa Orkut no Brasil, diz Alexa
Psiquiatria – Por: Lúcio Alcântara – Colaborador
O esporte de Campos Sales-CE
Agenda Cultural – O Macaco Sabido – Teatro Rachel de Queiroz – Crato
Ministério da sáude suspende repasse em 20 municípios cearenses
27 de Abril – DIA DA EMPREGADA DOMÉSTICA
Prefeitura de Barbalha adquire novos veículos
Açude Orós sangra desde a madrugada desta quarta-feira
Vereador de Iguatu bota boneco na sessão e presidente da câmara encerra os trabalhos
Padre Murilo, o Vigário do Nordeste
Juros para pessoa física atingem o maior nível em quase dois anos
Várzea Alegre realiza romaria à Capela de Maria de Bil
Cearense toma posse em órgão nacional
Câmara aprova novas regras para o programa Minha Casa, Minha Vida
Desemprego aumenta e renda cai na maioria das regiões metropolitanas, aponta Dieese
Prefeituras deixam de prestar contas de gastos com educação e 70% podem ficar sem recursos federais
Van é assaltada por dois homens, em Fortaleza
Morre Neusinha Brizola, filha de ex-governador do RJ
Banda larga é deixada pra escanteio mais uma vez…
Governo quer estender direitos para trabalhadoras domésticas
Operação do Ibama já apreendeu 5 mil cabeças de gado e aplicou R$ 83 milhões em multas na Amazônia
Julgamento de ex-PM acusado de matar irmãos em Iguatu é transferido para Fortaleza
Acidente com Caminhão em Jati – CE
Campanha de vacinação contra aftosa começa domingo em todo o Ceará
Curso profissionalizante de Eletricista é realizado em Barbalha
Consulta para reitor da URCA: nova chapa inscrita
No dia da Caatinga, há um cheiro de fumaça e de descaso no ar – Por: José Cícero
Professores da rede municipal de Fortaleza entram em greve
Prefeito de Altaneira derrotado na justiça Eleitoral

Censo indica que China já tem 1,339 bilhão de habitantes
Doações irregulares de empresas para as eleições de 2010 somam R$ 142 mi
Grupos rivais palestinos chegam a acordo; Israel vê ameaça à paz
STF decide que suplentes de deputados sairão das coligações
Lula diz não ter mais idade para disputas com FHC


Descubra o mundo do Cariri, a sua história, a sua cultura e as notícias da região. O Jornal Chapada do Araripe Online é o maior portal do Cariri na Internet. Contendo todas as matérias do Blog do Crato e as notícias das outras cidades do Cariri e Sul do Ceará enviadas por nossos colaboradores, aliando-se a uma qualidade visual de primeiro mundo, é a melhor forma de ver o Cariri na Internet, com qualidade, responsabilidade, e organização das matérias por conteúdo.

São mais de 20 editorias. Quer ler somente crônicas ? Basta clicar em "Crônicas". Há mais de 300 crônicas. Quer ver as últimas notícias do Cariri, do Ceará e do Mundo ? Estão todas lá. E que tal assistir vídeos, ouvir música, e procurar numa base de dados de mais de 15.000 artigos e mais de 120.000 fotos ? Descubra todo o Universo contido no Jornal Chapada do Araripe. O maior Portal do Cariri, acessível agora em todos os seguintes endereços:

www.chapadadoararipe.com
www.chapadadoararipe.net
www.chapadadoararipe.org
www.crato.org/chapadadoararipe
www.noticiasdocariri.com

Jornal Chapada do Araripe Online - Um mundo para você descobrir !

quarta-feira, 27 de abril de 2011

MOMENTO DA POESIA - Por Claude Bloc

Poema Guardado
 - Claude Bloc -



Tenho um poema guardado
Indeciso, encabulado
Preso nas entrelinhas
Entre a coragem e a covardia.
Um poema de alegria,
De versos entrecortados
Refreada poesia...

Poema de tantas horas
Poema que  te anuncia.
Que canta forte aqui dentro
Que fala de ti todo dia,
Nem  vê o tempo que passa
E essa saudade que fica
Em cada verso uma flor
Um sonho que prometias.

Claude Bloc

020 - Historias de varzealegrenses.

Dep. Otacilio Correia.

A festa de São Sebastião em Várzea-Alegre era festejada entre os dias 10 e 21 de Janeiro de cada ano no sitio Boa Vista.
O administrador e zelador da Capela era o Senhor Chico Inácio. Na década de 1980, numa das festas mais animadas, os leilões eram muito rentáveis. Qualquer prenda apresentada pelo pregoeiro Oliveira Satiro era arrematada por preço alto.
O pau da Bandeira era um bambu, uma taboca com mais de 25 metros de altura. No meio da animação e empolgado com a renda do leilão o Chico Inácio perguntou para o Deputado Otacílio Correia: Você já viu uma taboca maior do que esta? Apontando para o bambu, para o pau da bandeira.
O deputado respondeu: Já, já vi sim. Qual? Perguntou Chico Inácio. A que você vai passar em São Sebastião!

aam

terça-feira, 26 de abril de 2011

019 - Historias de varzealegrenses.


António Alves Bezerra - António André do Roçado Dentro.

Na década de 40 do século passado, Chico Bitu do Sanharol tinha um time de futebol muito bom e recheado de craques do porte de Luiz Lixandre, Manuel de Teté, Barela e tantos outros.

Atendendo ao convite da Seleção do Roçado Dentro ficou acertada uma partida entre as duas partes. Na data e hora marcada, estavam lá as duas equipes perfiladas, depois da execução do hino da Várzea-Alegre pela banda cabaçal da rua de São Vicente e de um minuto de silencio não se sabe a que fim e louvor, o juiz deu o silvo inicial.

Os contendores se abufelaram e decorridos 40 minutos do primeiro tempo, António André, jogador do Roçado Dentro perguntou para o seu companheiro de equipe Manoel de Pedro do Sapo: "Mané de tia Barbara, pra que lado é que nois tamo butando mermo"?

aam

JOÃO DINO & BANDA - AGENDA PARA OS PROXIMOS SHOW CONFIRMADOS.

Dia 30.04 - Sábado - Clube Recreativo - Lavras da Mangabeira (CE)

Dia 06.05 - Sexta-Feira - Casa de Show BUMERANGUE - Piquet Carneiro (CE) -

Dia 07.05 - Sábado - Hotel /Pousada Bezerra - LIMOEIRO DO NORTE (CE).

Dia 08.05 - Domingo à Tarde (RESERVADO) - Centro Comunitário de Antonina do Norte (CE)

Dia 08.05 - Domingo à Noite (RESERVADO) - Ginásio Coberto - Joca Claudino (PB)

Dia 13.05 - Santana do Cariri (CE)

Dia 14.05 - Clube Brilho da Lua - Porteiras (CE).

Dia 15.05 - Balneário da Vila Simão - PORTEIRAS (CE).

Dia 20.05 - Sexta-Feira - Associação dos Moradores do Bairro São José - CRATO (CE)


segunda-feira, 25 de abril de 2011

CASAMENTO NO SERTÃO - Por Mundim do Vale

No sertão que eu fui criado
Sertanejo não tem luxo
Quer somente encher o bucho
E namorar arrochado.
Mesmo sendo encabulado
Fala mai que corretor,
Mente mais que pescador
E briga mas que Lampoão.
CASAMENTO NO SERTÃO
FALTA LUXO E SOBRA AMOR.

A arte do casamento
Ele aprendeu sem estudo
Se casa com casca e tudo
Quando é chegado o momento.
Só pede o consentimento
Ao seu santo protetor,
A Jesus o salvador
E ao Padim Ciço Romão.
CASAMENTO NO SERTÃO
FALTA LUXO E SOBRA AMOR.

Sertanejo quando ama
Pensa logo no futuro
Faz logo um plano seguro
E manda fazer a cama.
O carpinteiro reclama
Da pressa do comprador
E ele pede por favor
Pressa também no colchão.
CASAMENTO NO SERTÃO
FALTA LUXO E SOBRA AMOR.

Lá não tem chá de panela
Mas tem o chá de xodó
Quandos os noivos ficam só
Encostados na cancela,
Se chegar um irmão dela,
Querendo ser repressor
Ele diz que é rezador
E tá expulsando o cão.
CASAMENTO NO SERTÃO
FALTA LUXO E SOBRA AMOR.

Lá não tem lua de mel
Mas tem a lua da cela
Lugar que o noivo apela
E a noiva rasga o véu.
O vento leva o chapéu
Com a grinalda e a flor
E os noivos sentem o calor
E haja uma mão de mão.,
CASAMENTO NO ERTÃO
FALTA LUXO E SOBRA AMOR.

O beijo lá na capela
O padre é quem autoriza
Mas ele diz que precisa
Ser um beijo com cautela.
Não sabe o padre que ela
Já conhece do sabor
Melhor que um beija-flor
Numa rama de melão.
CASAMENTO NO SERTÃO
FALTA LUXO E SOBRA AMOR.

Terminada a cerimônia
O padre benze o casal
Fazendo o pelo sinal
Na dupla muito risonha.
O noivo perde a vergonha
E diz para o casador
Que ainda quer um favor
Pra batizar um pagão.
CASAMENTO NO SERTÃO
FALTA LUXO E SOBRA AMOR.

Com seis anos de casados
Sem verem televisão
É a mulher com um buchão
E cinco filhos dos lados.
Os dois já acostumados
Com a lei do criador
Pede a um velho rezador
Que proteja a criação.
CASAMENTO NO SERTÃO
FALTA LUXO E SOBRA AMOR.

018 - Historias de varzealegrenses.

Foto - Ideltrudes Matias Bezerra, esposa, Antonio Temoteo Bezerra, Chagas Bezerra, Presidente Janio Quadros, Governador do Ceara Paulo Sarasate, Dr. Geraldo Lobo e o Deputado Filemon Teles, presidente da Assembleia Legislativa do Ceara.

Chagas Bezerra foi o maior empreendedor do nordeste no segmento de transportes de passageiros. Vendeu todos os seus bens e adquiriu um onibus, e, numerou com o 101, meta estabelecida para alcançar, no que foi superada em muito. Ninguem fez mais, especialmente pelo Crato, do que Chagas Bezerra. Projetou a cidade nacionalmente, hospedou o presidente da Republica Janio Quadros em sua residencia naquela cidade.

O Crato foi muito injusto e ingrato com Chagas Bezerra. Quando surgiu a proposta de batizar a Estação Rodoviaria local com seu nome, o prefeito usou seu poder de veto, e, indicou um amigo pessoal seu, que nada fez pelo Crato em tempo algum.

"Historias de varzealegrenses", - termina sempre com uma dose de humor, o Chagas Bezerra quando foi registar a sua empresa na Secretaria de Transportes do Estado de São Paulo o Secretario perguntou: Seu Chagas, esse negocio do senhor vai dar certo? - Ele respondeu vai, eu trago os iludidos e levo os desiludidos.

domingo, 24 de abril de 2011

A demagogia, como a mentira, tem pernas curtas – por Armando Lopes Rafael


O jornal Estado de S.Paulo, edição deste domingo, traz reportagem onde consta que: “Com a disparada do preço do etanol, que subiu mais de 30% nos postos de combustível desde o início do ano, os motoristas migraram em massa para a gasolina, provocando escassez do produto. Faltou combustível em alguns postos do interior de São Paulo e a Petrobrás e os usineiros chegaram a importar gasolina e etanol” (...) “A situação vai provocar um déficit de US$ 18 bilhões na balança de derivados de petróleo este ano” (2011).


Tal fato não surpreende a quem acompanha, mesmo superficialmente, os fatos relacionados com a economia brasileira. Surpreendente é muitas pessoas terem acreditado no falastrão ex-presidente Lula, o qual – em 2007 – num discurso inflamado no 18º Congresso Brasileiro de Contabilidade, afirmou: “Queremos produzir com valor agregado. Vamos ter refinarias para produzir gasolina Premium para exportar para a Europa e para os Estados Unidos. Não vamos ser exportadores de óleo cru”. Desnecessário dizer que, naquela ocasião, o ex-presidente, foi muito aplaudido.


Já em 15 de março de 2010, em viagens pré-eleitorais, mais precisamente ao Estado do Rio de Janeiro, Lula voltava a ser aplaudido quando declarou: “Nós temos investido em novas refinarias, porque nós acreditamos que com o pré-sal o Brasil vai ser um grande exportador de derivados de petróleo. Nós queremos exportar produtos que possam gerar maior ganho para a Petrobras e maior ganho para o Brasil." E, depois de ouvir os gritos bajulatórios de “Este é o Cara”, o falastrão presidente acrescentou: “Estão em curso as obras de outras refinarias no Maranhão, Ceará, Pernambuco e no Rio Grande do Norte”.


Todo mundo sabe que essas alardeadas refinarias ainda não saíram do papel. Até agora tudo se resume a promessas eleitoreiras para eleger Dilma Rousseff e demagogia digna de uma republiqueta de banana. Isso não impediu que os fanáticos lulistas passassem para a opinião pública a ideia de que essas promessas de refinarias já eram obras em andamento. E ai de que ousasse discordar desse ôba-ôba que tomava conta do país...

Pobre massa ignara! A realidade mostra que o Brasil vive um momento de pressão inflacionária. Não somos autossuficientes em petróleo como alardeavam as autoridades do governo passado para enganar a opinião pública. A Petrobrás alega que teve prejuízo de janeiro a abril de 2011, na venda de combustíveis, derivados do petróleo, no mercado interno. As importações da gasolina chegaram aos maiores níveis dos últimos 40 anos...
Se a mentira tem pernas curtas, elas são mais curtas ainda quando se junta mentira com demagogia para iludir os incautos...
Texto e postagem de Armando Lopes Rafael

Demolição da casa divide opiniões de moradores em Varzea-Alegre.

Reportagem TV Verdes Mares Cariri - Reporter Franze Sousa.

"Na região centro-sul do estado, a demolição de um prédio antigo, construído no século passado, divide opiniões entre moradores. O prédio demolido era um dos mais antigos patrimônio histórico, chegou a ser conhecido como a “casa amarela”.

A comerciante Rosa Amélia, conta que a demolição do prédio foi feita por particulares para fins comerciais, e não houve nenhuma intervenção do poder público. Para ela, foi destruído um pedaço da história e da cultura de Várzea Alegre.

De acordo com o IBGE, Várzea Alegre tem aproximadamente 38 mil e 500 habitantes. A cidade, criada na segunda metade do século 19, ainda mantém muitos prédios antigos.

O Secretário de Cultura de Várzea Alegre, Hélio Batista, preferiu não falar sobre o assunto. O prefeito José Helder Máximo e o provável dono do terreno onde ficava o casarão, Vitorino Bezerra, estavam viajando".

Veja a reportagem na integra.

sábado, 23 de abril de 2011

CONHEÇA O CRATO EM 300 FOTOS - Galeria da Cidade do Crato e das maiores Personalidades


Conheça quem é quem na cidade do Crato ! - 300 Fotos da cidade e das Personalidades Cratenses.





"Felicidade é a certeza de que a nossa vida não está se passando inutilmente."

Érico Veríssimo

A vida é muito breve! O que fica aqui para a posteridade, é o trabalho que cada um realizou em benefício da sociedade. Uma cidade não é composta somente do lugar em si, mas das pessoas que o construíram e que o constróem no seu dia-a-dia. Ao escolher as fotos para essa pequena galeria, porém com 300 trabalhos selecionados, procurei reunir algumas das minhas imagens mais significativas do Crato e da região, bem como de pessoas que são verdadeiramente, os pilares das artes e da cultura no Crato e no Cariri. Nem todos estão aí, decerto, pois não pude registrar em fotografia, mas com certeza, os que foram registrados, merecem pertencer a esta galeria de homenageados que por DÉCADAS, exercem um trabalho que deixará marcas profundas na nossa história. Nesta galeria não cabem principiantes. Procurei registrar quem realmente conduziu e conduz os destinos da nossa cidade e já possui uma história de vida e dedicaçãoao trabalho.

Esta é uma galeria que ninguém entra por ser amigo do dono, nem pode pagar para entrar, mas por ter méritos verdadeiros e uma folha de serviços RELEVANTES prestados ao Crato e ao Cariri. Fazer listagens é sempre uma temeridade, porque acabamos excluindo pessoas, mas o objetivo aqui não é registrar tudo, até porque, como falei, eu não disponho das fotos de todos os que gostaria de homenagear.

Portanto, para quem não conhece ainda o Crato, quem reside fora da cidade, ou para quem simplesmente deseja rever os velhos amigos, eis uma boa oportunidade. Passei dias selecionando o que há de mais representativo nas imagens dos lugares e das pessoas que constróem esta cidade, e moldam o perfil da nossa geração. Não é possível listar aqui, pois o trabalho seria monumental. O bom mesmo é ver a galeria completa, sem pular nenhuma foto. É preciso ter uma certa paciência, pois o slide demora para carregar. Mas ao final, vale a pena ver ou rever as belezas do Crato, e o seu maior patrimônio, os seus ícones e a sua cultura.

Diagramação e Fotos: Dihelson Mendonça ( com participações de Pachelly , Roberto Jamacaru, Wilson bernardo e Claude Bloc )

Historias de João Dino - Vereador de Oposição, O calvario.

Quem promete deve. Por isso, eu vou contar para vocês o que aconteceu com o cheque que o Vereador Mané Picolé usou para pagar uma galinha assada, arrematada por ele, em disputa com o Deputado Federal, no leilão da festa do padroeiro da capela.

Para entender a história que eu vou contar agora, a leitura da anterior, que está no arquivo desse BLOG, é indispensável.

O ano era 2003, e eu fazia um programa na Rádio Cidade FM de Piancó (PB), intitulado “JOÃO DINO SHOW”. É notório que muita gente perdeu aquela velha mania de escutar emissoras de rádio, sobretudo porque 95% dos programas são direcionados exclusivamente ao público jovem, ou seja: Forrós eletrônicos, rapp, funk, axé etc., e também porque, alguns locutores falam como se estivessem correndo atrás de um trem.

Felizmente, contando histórias e “causos”, entrevistando artistas e autoridades da região, tocando músicas adequadas para o meu horário (7:00 às 9:00 horas da manhã), boas canções de violas, bons declamadores de poesias, cantando ao vivo em algumas oportunidades etc., eu conseguia manter uma boa audiência na região do Vale do Piancó. Os assuntos que eu abordava no meu programa eram bastante comentados.

O leilão aconteceu num dia de sábado. O Padre depositou o cheque do Vereador Mané Picolé na segunda-feira. Muito confiante de que a compensação do cheque teria resultado positivo, também efetuou compras emitindo cheques da paróquia.

Meus amigos, na quinta-feira, 7:00 horas da manhã, lá estava eu no microfone da Rádio Cidade Fm 95 acordando o povo do Vale do Piancó: Muito bom dia senhores comerciantes, funcionários públicos, trabalhadores rurais..., estamos começando mais um programa João Dino show, e você pode interagir comigo por telefone, por e-mail, por carta... Aquele “leriado” que vocês tanto conhecem.

Logo quando eu terminei a abertura do programa o Guarda da Rádio entrou no estúdio e disse: João Dino, o Padre da Cidade “Fulana de Tal”, onde você fez aquele leilão na festa do padroeiro, está aqui querendo falar contigo.

Eu programei no computador uma canção dos Nonatos, uma música da banda Clã Brasil, um desafio de Oliveira de Panela e Otacílio Batista, uma embolada de Cajú e Castanha, uma poesia de Moreira de Acopiara e fui atender o sacerdote.

O homem já idoso, visivelmente debilitado, estava nervoso, aflito, estressado. Prá vocês terem uma idéia do drama, ele nem respondeu ao meu sorridente “bom dia”; Já foi tirando o cheque do bolso da batina e me dizendo: João Dino, o bancário me falou que eu procurasse resolver com Mané Picolé, porque a conta dele lá no banco está no vermelho e a situação na praça é preta.

Eu lamentei o ocorrido e perguntei: Reverendo, em que eu posso ajudá-lo? Ele disse: eu quero que você leia esse aviso no seu programa.

Vou transcrever o conteúdo do aviso para vocês que estão lendo essa história: Atenção, muita atenção Sr. Mané Picolé, Vereador da Cidade “Fulana de Tal”, o Padre “Beltrano”, pede que V.Excia. apareça, com urgência, na sede da casa paroquial, a fim de resolver o pagamento do cheque. Assinado Padre “Beltrano”.

Eu falei, Padre, infelizmente hoje existe um tal de processo por danos morais, que além de exorbitantes indenizações financeiras, no caso do requerente ser um cidadão portador de mandato eletivo, nós corremos o risco de um Juiz mandar tirar a rádio do ar. Vamos por outro caminho. Eu vou dizer que o Senhor está mandando um alô prá ele, e em seguida toco a música de Nando Cordel, intitulada “PAGUE MEU DINHEIRO”. Com certeza ele vai entender tudo que está acontecendo.

O Padre escutou quando eu mandei o alô e ficou dentro do estúdio ouvindo a música. Começou a rir porque a composição é realmente muito bem feita, muito engraçada. Eu perguntei: já merendou? Ele disse: não. Eu mandei o guarda da rádio pegar lá no bar de D. Ritinha de Mundico dois pratos de rubacão com tripa, iguaria da casa. Ele comeu, respirou aliviado, e ficou mais sereno.

Em resumo, o dinheiro do cheque a paróquia nunca recebeu. Mais por conta disso eu fiz muitas amizades. Tanto ele ficou meu amigo, como o Vereador Mané Picolé. E digo mais: eu fiquei amigo confidente do Vereador Mané Picolé. Morando no Vale do Piancó nesse tempo, quando eu terminava o programa ficava visitando os comerciantes e empresários a fim de vender comerciais nas cidades circunvizinhas. E numa dessas visitas eu reencontrei o Mané.

Meus amigos, as coisas que ele contava, quem ouvia atento como eu, tinha vontade de rir e de chorar. Pense no sofrimento que é a vida de um Vereador da Oposição, eleito com 102 votos.

O drama começava logo pelo partido. A sigla partidária dele, na época, para alguém mencionar o nome dizia “Ave Maria, Ave Maria, Ave Maria, Três vezes” o PT. E só ele fazia oposição ao prefeito da Cidade.

A sede da câmara funcionava, provisoriamente, numa garagem, localizada nos fundos da casa do prefeito. O pobre de Mané chegava cedo para reunião da câmara. Mas o Guarda Municipal não o deixava entrar. As cadeiras da frente eram destinadas aos aliados do Prefeito. E Mané entrava mudo e saía calado. Nunca deu palpite em nada. No dia que ele solicitou um espaço na tribuna para fazer uma denúncia, ninguém chegou a saber de que, os assessores do prefeito convidaram os garis da prefeitura, as merendeiras e os guardas municipais, começaram a vaiar o coitado antes dele falar. Ele simplesmente desistiu. Porque para quem defendia ideais tão sublimes, foi grande a decepção.

Mané tinha muito cuidado quando ia tomar café na Câmara, porque segundo ele me falou, o café que a funcionária servia prá ele era frio e tinha gosto de sabão. Ele com receio de ser veneno, nunca bebeu.

Mesmo assim, os agregados do prefeito ainda perseguiam o pobre de Mané. Planejaram um suposto atentado, forçando a barra para Mané renunciar. Meia noite, alguns garotos, utilizando dois veículos sem placas, ficaram dando cavalos de pau em frente ao casarão dos herdeiros da família que Mané usava como moradia. O coitado acordou assustado, abriu a janela para saber o que estava acontecendo. Jogaram umas 10 bombas dentro da casa dele. No escuro, ele imaginando ser tiros de espingarda calibre 12, ou granadas, ficou deitado no canto da parede da casa, como morto, até amanhecer o dia. É claro que o Delegado não viu nada, porque estava em diligência policial noutra cidade. Essa desculpa de que não vi nada, não sei de nada, ninguém me comunicou, eu não estava presente etc., na história deste país, virou moda.

Com o único objetivo de cassar o mandato do Vereador Mané Picolé, descobriram que a mulher dele recebia dinheiro dos programas “Auxilio Gás”, “Bolsa Escola”, e “Bolsa Alimentação” (Atualmente “Bolsa Família”). Toda imprensa da região noticiou. E o pobre de Mané Picolé sem ter dinheiro para gastar com Advogados, para não perder o mandato, foi obrigado a votar favoravelmente todas as propostas de doações de terrenos do município, contrariando as orientações dos demais membros do partido, e, consequentemente, decepcionando todos os seus eleitores.

Quando ele votava favorável, o assunto do processo de cassação era esquecido. Quando ele se posicionava contra alguma coisa de interesse do Prefeito, lá vinha o processo de cassação conduzido pelo oficial de justiça, no rumo da casa dele.

Quando o povo perguntava a ele nas ruas: Ei Mané, é verdade que a sua mulher recebia dinheiro do programa “Bolsa Alimentação”, ele respondia: Recebia sim, porque a gente vivia coberto de precisão. Ela recebia por necessidade. Quando o inverno começava, a venda de picolés e sorvetes caía muito e era o “Bolsa Alimentação” que acudia a gente. Esse assunto no Vale do Piancó teve grande repercussão. Acho que até aqui no Cariri do Ceará o povo ficou sabendo.

Nessa cidade o casarão onde morou a família do ex-vereador da oposição Mané Picolé, hoje funciona uma casa lotérica. Ainda no último ano de mandato, a mulher e os filhos dele foram debandando para o sul do país, e o líder da oposição terminou ficando sozinho.

Mané, muito ousado, muito otimista, muito persistente, ainda tentou um segundo mandato. Entretanto, apenas 12 eleitores sufragaram nas urnas o número 13.”””. Minha conclusão: posar de opositor aos gestores públicos brasileiros, reflete o verdadeiro significado da palavra CALVÁRIO, na vida de um cristão.

Capim Gordura - Luiz Carlos Vinhas e Laércio de Freitas

Uma das músicas mais engraçadas que podem existir. Em 1970, o cantor Luiz Carlos Vinhas gravou esta "bomba" ( do Laércio de Freitas ), para zoar com a música caipira da época, que já tomava conta do Rádio. Só que naquele tempo não era tão ruim como hoje, tanta dupla caipira. O Capim Gordura, praga pra crescer, é a própria música sertaneja ( Sertanoja ) que temos hoje.

O.B.S - Para evitar ouvir 2 sons ao mesmo tempo, desligue o player da Rádio Chapada do Araripe na aba lateral do Blog.

sexta-feira, 22 de abril de 2011

MOMENTO DA POESIA - Por Claude Bloc

 Não há poeta
- Claude Bloc -



Hoje não há poeta, creio,
então escrevo à toa
e no meu canto
fecho a gaveta simplesmente
e estanco.

Hoje o sereno prendeu-se nos rebites da noite
e foi tanto espanto, e foi tanta graça
que levantei as mãos para apanhar a lua
e num instante
recolhi as cores de minha saudade
estendi o manto da simplicidade
E tentei dormir.

E foi tanto espanto, e foi tanta graça
que levantei as mãos para apanhar a lua
e escrevi t/meu nome no  meu travesseiro
Aos poucos
derramei a noite em minha vida
e lhe dei essa lua de presente.

Escrevi,sim, sem saber,  metáforas
Fiz-me poeta
Inquieta e inculta
e deixei a lua branca e soberana solta no céu.
E naquele momento,
nesse mesmo instante
a noite escorreu por entre meus dedos...
e foi tanto espanto, e foi tanta graça
que levantei as mãos para apanhar a lua
e... nasceu o poema.

Claude Bloc

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - Agora Revelado: Gasto em publicidade de Lula bate o de FHC em 60%


Em seu último ano, o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva gastou R$ 1,62 bilhão com publicidade. A despesa ocorreu em ano eleitoral e superou em 60% os gastos realizados pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso em 2002, seu último ano de mandato.

Dados divulgados pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência (Secom) registram que o valor é a soma dos investimentos de todos os órgãos e entidades da administração direta e indireta, que incluem ministérios, secretarias, fundações, autarquias e empresas estatais.

De acordo com os dados oficiais, R$ 472,7 milhões foram investidos pela administração direta e R$ 1,15 bilhão pela administração indireta. O Planalto informou que o dinheiro foi aplicado nos meios televisão, jornal, rádio, revista, internet, outdoor, cinema e mídia exterior (mídia em aeroportos, placas, painéis, etc).

AE - Agência Estado

SEXTA DE TEXTOS - Sávio Pinheiro

MEDO

O medo é um temor que eu temo tanto,
O qual me dá terror quando há tormento,
E usando o meu mais triste sentimento
Conduzo o meu cantar a um triste canto.

Sentindo uma agonia, eu me levanto
Com medo de viver um vão momento,
E vendo o meu pavor soprar ao vento
Eu colho uma aflição da qual me espanto.

Da morte, que é fatal, não sinto medo!
Nem mesmo, ela chegando bem mais cedo,
Pois vejo, o fim da vida, algo banal.

Porém, da dor insana, mais frequente!
Eu sinto um medo forte, internamente,
Um medo quase fora do normal.

Contra o ''politicamente correto''!—por João Mellão Neto (*)



Iniciei minha vida profissional, como jornalista, em 1980. Ainda estávamos no regime militar - que hoje é conhecido como ditadura. Não havia mais censura. O cerceamento da nossa liberdade de expressão era mais sutil. E provinha dos dois lados. Num deles estava o poder. No outro, a "patrulha ideológica" da oposição. O pessoal do poder achava que tudo o que fazia era certo. Se alguém discordasse, só podia ser por ignorância ou má-fé. Já a patrulha entendia o mesmo, só que com os sinais trocados.

Mas havia ao menos certa ética na lide. Mil vezes ouvimos de nossos mestres do jornalismo: "Informação é informação; opinião é opinião. Misturar as duas coisas é antiprofissional. Distorcer a primeira para valorizar a segunda, então, é imoral". Tudo bem. Em momentos de exceção, como aqueles, o maniqueísmo brotava naturalmente. Ser radical parecia ser a única saída. Era comum ouvir frases do tipo: "Quem não é meu amigo é meu inimigo". Ou até: "Quem é inimigo do meu inimigo é meu amigo". Era preto ou branco. Não existia cinza.

O que me surpreende hoje em dia é que, depois de 26 anos de convivência democrática, ainda haja gente que pense assim. A "patrulha" agora tem um nome mais pomposo: "correção política". Quer dizer, abolição do nosso vocabulário de todas as palavras que tragam embutidos algum preconceito ou discriminação. Ou seja, quase tudo.

Imaginemos, por exemplo, o diálogo num hotel.
"Boa noite, senhor, queira, por favor, preencher a ficha."
"Hum... Não vai dar! Chamou-me de senhor, isso quer dizer que me prejulgou, tachando-me de idoso. Ou, no mínimo, de alguém com status social superior ao seu..."
"Desculpe-me, quis apenas ser respeitoso..."
"Eu vim aqui à procura de um quarto, não de respeito. Quem gosta de tratamento cerimonioso ou é aristocrata ou, pior, burguês metido a nobre."
"Como, então, devo chamá-lo?"
"Cidadão, camarada, companheiro, qualquer coisa assim... Ah, e a sua ficha está incorreta. No item sexo constam apenas duas alternativas."
"E existe alguma outra?"
"Várias! Escreva apenas "orientação sexual" e deixe um espaço em branco para ser preenchido."
"A coisa está ficando preta!"
"Você não deve usar essa expressão. Ela define um quadro confuso, aludindo aos negros. Perdão, afrodescendentes."
"Ai, meu Deus!"
"Essa sua exclamação também é excludente. Tem muita gente no mundo que acredita em outro deus. Como outros que cultuam vários deuses e também os que não acreditam em deus nenhum. De mais a mais, por que o seu deus atenderia, particularmente ao seu chamado?"
"E chamar alguém de t. d., isso pode?"
"Só se não for com sentido ofensivo ou depreciativo."
"Com licença. Eu tenho de trabalhar."
"O que você quis dizer com isso? Que eu não tenho trabalho? Só porque me visto como um estudante?"

Qual é a razão da minha implicância com o conceito de "politicamente correto"?
É que, no Brasil, o que era só uma recomendação acabou por se tornar um dogma. Não se pode chamar sequer de religião. Isso porque, apesar de cada uma delas reivindicar exclusividade sobre a palavra divina, todas aceitam coexistir de maneira pacífica. Já os fiéis do "politicamente correto", não! Eles primam pela intolerância.

Não é porque não se concorda com uma pessoa que se adquire o direito de excomungá-la. A campanha difamatória que alguns órgãos da imprensa fizeram, dias atrás, contra o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso é um bom exemplo disso. Tratou-se, a meu ver, de mais um caso de má conduta profissional. Simplesmente lhe atribuíram palavras que não eram dele e foram ao Congresso perguntar a opinião dos inquilinos que lá se encontravam: "Excelência, o que achou de FHC afirmar que não quer mais saber do povão?".

A resposta era previsível. Já estava implícita na pergunta. Acontece que ele jamais afirmou isso. É incrível que até experientes políticos aliados tenham caído nessa armadilha.

Li e reli várias vezes o longo artigo que ele publicou. O que pude entender é que o que ele pretendeu foi dar um belo pito na oposição: quem a exerce não pode lutar com as mesmas armas que o governo. Vai perder, porque o poder sempre tem os melhores instrumentos. Não se trata de fazer mais, mas de fazer diferente. E FHC apresentou várias sugestões nesse sentido. Em nenhum trecho de seu texto ele afirmou que a população mais carente devia ser deixada de lado. Resumiu-se a recomendar a seu partido que procurasse conhecer melhor o pensamento e os hábitos da nova classe C - ou "novas camadas possuidoras", no dialeto uspiano.

Mas foi essa a interpretação leviana que os tais "politicamente corretos" da imprensa repassaram ao público. Tentaram induzir a ideia de que o ex-presidente não passa de um "liberal com propensões elitistas".
Ora, se disserem isso de mim, é verdade! Mas FHC não cabe nesse figurino. Ele é e sempre foi um convicto social-democrata.

Ah, não é correto uma pessoa pública, como Fernando Henrique Cardoso, referir-se ao povo como "povão"? Então, por que nunca protestaram contra as abundantes expressões "politicamente incorretas" de Lula? Como se pertencer ao PT fosse desculpa para alguma coisa...
Ora, pessoal, numa democracia é fundamental que os que estão no governo governem, que os opositores se oponham e que a imprensa noticiosa noticie. Somente assim o "povão" se torna apto a julgar. Embaralhar tudo isso só dá confusão: o discurso dos governistas é de oposição, os oposicionistas não se assumem. E os repórteres distorcem as reportagens.
É por isso que ninguém pode ter o direito de policiar as ideias de ninguém. Abaixo a ditadura! E abaixo o "politicamente correto", também!
(*) João Mellão Neto, jornalista, foi deputado e Secretário de Estado.
E-MAIL: j.mellao@uol.com.br

Registro historico, raro, inedito.

Da esquerda para direita em pé Ana Leandro e sentada Antonieta Bitu. A foto amplia.

Hoje, 22 de Abril de 2011, Sexta-feira santa, dia em que os filhos e afilhados costumam visitar os pais e os padrinhos para lhes pedir a benção.

Joaquim Leandro Bitu, terá hoje, um dia de alegrias, felicidades e dificil de acontecer outro igual. Joaquim visitará sua mãe Ana Leandro e sua madrinha Antonieta Bitu, ambas já passaram dos 100 anos. Muitas graças a agradecer a Deus.

Parabens ao filho e afilhado, parabens a mãe e a madrinha. Que Deus abençõe a todos.

FELIZ PÁSCOA AOS AMIGOS DO BLOG DO SANHAROL

Mensagens Para Orkut

quinta-feira, 21 de abril de 2011

DA PICARETA AO TRATOR, OU AO SOCIAL? - Por Mundim do Vale.

Lendo a postagem da picareta ao trator, me veio uma dúvida. Se eu estiver equivocado, fiquem à vontade para me corrigir.
Quando criança conhecí aquele prédio, na minha curiosidade de ver os detentos sendo presos. Anos depois conhecí melhor, quando cumprindo mandados de prisões, conduzia o preso até aquela cadeia, quando entregava ao saudoso carcereiro Luís Miguel, mediante um recibo.

Alguns anos depois eu ví naquele local ou muito próximo, uma unidade educativa/social. Se eu não estiver enganado, a tortura ao patrimônio histórico não foi tão grave assim, as autoridades da época trocaram um local de reclusos, por uma escolinha ou creche.

As opiniões que os comentarista expressarem, eu recebo bem.

Mundim do Vale

A Rabeca do seu Adauto - Por João Dino.

VOLTEI NO TEMPO OUVINDO ESSA RABECA. QUANDO MEU AVÔ CHEGAVA DA VENDA QUE ELE TINHA NO MERCADO PÚBLICO DE ORÓS, SENTAVA NUM TAMBORETE DE MADEIRA, COLOCAVA OS PÉS DENTRO DE UMA BACIA D'ÁGUA, FICAVA JOGANDO CONVERSA FORA COM OS AMIGOS.

MAIS TARDE, UM GALEGO QUE MORAVA NA NOSSA RUA CHEGAVA, COMEÇAVA A TOCAR RABECA, COM O OBJETIVO DE GANHAR UM DINHEIRINHO DO PESSOAL.
MEU AVÔ DIZIA: JOÃO DINO, CANTE AQUELA MÚSICA DE JACKSOM DO PANDEIRA PARA O GALEGO ACOMPANHAR NA RABECA.

MEU AVÔ ERA UM CRIOULO DE CATOLÉ DO ROCHA DA PARAÍBA. SÓ TINHA DE BRANCO OS DENTES. MINHA VÓ, UMA LOURA DE 1,90 M DE ALTURA, UMA DAS MOÇAS MAIS BONITAS DE ICÓ. MAS ERA VALENTE E CIUMENTA.

A MÚSICA DE JACKSON DO PANDEIRO QUE MEU AVÔ MAIS GOSTAVA É UMA QUE DIZ ASSIM: MORENA BELA, EU ERA, EU SOU...BELA MORENA EU SEREI O SEU AMOR...NO JARDIM DA MINHA CASA UM PÉ DE ROSA EU VOU PLANTAR...SÓ NÃO CASO COM VOCÊ SE PAPAI DO CÉU NÃO DEIXAR.
EU PLANTAR UMA ROSA PARECIDA COM VOCÊ...SÓ PRÁ MATAR A SAUDADE, NO DIA QUE EU TE VER...

A AMIGA DE MINHA VÓ, MAROCA DE ZÉ PADRE, UM DIA QUESTINOU ESSE GOSTO MUSICAL DO MEU AVÔ, E DISSE: ZEFINHA TU ABRA DO OLHO... ADAUTO SÓ PEDE PRÁ JOÃO DINO CANTAR ESSA MÚSICA. E TU NÃO É MORENA. TEM ALGUMA COISA ERRADA AÍ.

VÓ DISSE, É MESMO. EU VOU INVESTIGAR.
MEUS AMIGOS, VÓ BOTOU NELE FOI CURTINHO. EU SÓ OUVÍ O ARRANCA-RABO DE NOITE LÁ NA CAMARINHA: OH ADAUTO, TU DEIXOU ALGUMA MORENA LÁ EM CATOLÉ DO ROCHA ESPERANDO POR TU?

QUE NEGÓCIO É ESSE DE MORENA BELA? SE VOCÊ TIVER EMBELEZADO COM ALGUMA MORENA NA CABEÇA, ME DIGA, QUE EU VOLTO PRÁ CASA DA MINHA FAMÍLIA NO ICÓ.

ELE: VOCÊ TÁ SENDO BESTA MULHER. ONDE JÁ SE VIU. EU GOSTO DA MÚSICA. NÃO TEM NADA A VER.

ELA: HUM...APAREÇA COM MARMOTA PRÓ MEU LADO... SE EU DESCOBRIR TU VAI SE ARREPENDER DE TER NASCIDO. ALÉM DE CASAR COM UM TIÇÃO PRETO QUE NEM TU, AINDA LEVAR CHIFRE... DEUS ME LIVRE E GUARDE...

Pra quem não viu o video na primeira postagem.

Festa que não é só para inglês ver – por Thaís Pinheiro (d’ O Estado de S.Paulo)




Dois bilhões de telespectadores são esperados para o casamento do Príncipe William
De reis, rainhas, príncipes e princesas, nessas bandas de cá do Atlântico, só temos recordações. Mas não é que o enlace de um integrante da família real britânica tem ganhado também por aqui todos os holofotes? Aqui e em todo o mundo.

Desde que o príncipe William, primogênito do príncipe Charles e da princesa Diana, anunciou seu noivado com Kate Middleton, em novembro do ano passado, teve início uma corrida contra o tempo para mostrar quem é esse casal, como os noivos se conheceram, de onde vêm, para onde vão e tudo mais que lhes diz respeito.


A cerimônia, marcada para o próximo dia 29, em Londres, deve ser acompanhada por 2 bilhões de pessoas pela televisão, de acordo com estimativa do governo do Reino Unido. Para se ter ideia da grandiosidade da coisa, o funeral da princesa Diana foi visto por 2,5 bilhões de pessoas. Dessa vez, cerca de 8 mil jornalistas e todo o aparato da imprensa mundial estarão a postos para acompanhar o "sim" dos noivos, com câmeras, microfones, máquinas fotográficas e satélites.

Seja para se inspirar ou apenas para ficar babando, o telespectador brasileiro terá várias opções para assistir a todos os detalhes. Às 5 horas do dia 29, CNN International, CNN En Español, Globo News, Record News, GNT e E! dão a largada para o grande evento. A RedeTV! entra na transmissão a partir das 7 horas, enquanto a Globo vai usar o espaço do Bom Dia Brasil para mostrar o casório, acompanhando tudo desde a chegada dos convidados e da família real à Abadia de Westminster, a cerimônia e o trajeto dos noivos em carruagem até o Palácio de Buckingham.

Dentro de seus jornalísticos ou dos programas de entretenimento, os outros canais, como SBT, Band, Band News, Cultura e Gazeta, entre outros, também acompanham todo o burburinho na terra da Rainha Elizabeth.
(Publicado no jornal Estado de S.Paulo)

quarta-feira, 20 de abril de 2011

MOMENTO DA POESIA - Por Claude Bloc

Coisas minhas
- Claude Bloc - 
 

O dia se fecha
e pelas ruas
o sol dança com a chuva
serra acima
serra abaixo
pela chapada...

Cá na terra
pingos  gelados
desbotam meus cabelos.
Mas o poema fecha os olhos
e sente os versos
serra abaixo
serra acima
e como sangue
a poesia parece
correr em minhas veias.

E então se vai o tempo
e a tarde tinge
as saudades de vermelho
e espera a lua surgir
por entre as nuvens
por entre um véu de estrelas...
E só então
a alegria se espalha
pela linha da serra
e abraça a lua cheia
em trova, em sinfonia.

São essas coisas
tão minhas
essa chuva, esse sol
serra acima
serra abaixo...
coisas que trago guardadas
no silêncio
tanto e tão forte
que muitas vezes
não me compreendo.

Elas invadem as paredes
da minha solidão
e se desdobram
em sonhos, em risos
em lembranças
que agonizam
entre sins e nãos.

Claude Bloc