Páginas


"Ultrapassa-te a ti mesmo a cada dia, a cada instante. Não por vaidade, mas para corresponderes à obrigação sagrada de contribuir sempre mais e sempre melhor, para a construção do Mundo. Mais importante que escutar as palavras é adivinhar as angústias, sondar o mistério, escutar o silêncio. Feliz de quem entende que é preciso mudar muito para ser sempre o mesmo".

Dom Helder Câmara


terça-feira, 6 de junho de 2017

064 - O Crato de Antigamente - Por Antônio Morais.

Coronel Chico de Brito.

ORIGEM DA FAMÍLIA BRITO DE CRATO - Antônio Correia Lima.

Segundo os mais velhos da família Brito de Crato, chegaram por aqui três irmãos, onde dois escolheram se fixar na ribeira do Carás ( Malhada e Palmeirinha)e o terceiro escolheu as proximidades da cidade de Crato ( Sítio São Bento).

Do tronco da Palmeirinha originou os Brito de Antônio de Brito Correia ( Padim Brito), pai de Pedro e Duquinco de Brito; o da Malhada, os Vieira de Brito/Macário de Brito e o do São Bento, os Brito de Yoyô de Brito, que era o pai do Cel. Chico de Brito.

Os três irmãos Brito vieram da região de Várzea Alegre, e eram:

01- Antônio de Brito Correia c.c. Isabel Bezerra de Morais, pais de Eufrásio Alves de Brito, Joaquim Marcelo de Brito, Antônio de Brito Correia, Severiano José de Brito e Miguel de Brito Correia. TRONCO 1 - PALMEIRINHA.

02 – Manuel Antônio de Brito, casado duas vezes, da primeira, com Bárbara Vieira da Rocha ( Bárbara Maria Rocha, falecida na Malhada em 1º de dezembro de 1855 aos 55 anos de vida, e em segundas, com Maria Custódia do Sacramento, sem filhos; Conforme seu Inventário datado de 1877(CAIXA: 24 PASTA: 381, ele era proprietário de terras nos sítios Malhada, Papagaio e Estivas. Com Dona Bárbara teve os seguintes filhos. TRONCO 02 - MALHADA:

03 – Joaquim de Brito Correia , nascido aproximadamente, em 1788, falecido em Crato em 28.06. 1854 era casado com Isabel de Brito ( Pereira de Brito); Pais de Francisco José de Brito casado três vezes. TRONCO 3 – SÃO BENTO.

Um comentário:

  1. Antonio Correia Lima faz um trabalho brilhante da genealogia das famílias de Crato. Parabéns. Grande Abraço.

    ResponderExcluir