Páginas


"Ultrapassa-te a ti mesmo a cada dia, a cada instante. Não por vaidade, mas para corresponderes à obrigação sagrada de contribuir sempre mais e sempre melhor, para a construção do Mundo. Mais importante que escutar as palavras é adivinhar as angústias, sondar o mistério, escutar o silêncio. Feliz de quem entende que é preciso mudar muito para ser sempre o mesmo".

Dom Helder Câmara


terça-feira, 6 de junho de 2017

Lavagem de roupa suja - Por Antônio Morais.


Dizem, e é verdade que a união faz a força, que o segredo é a alma do negócio. Enquanto  estavam unidos,  esses pilantras e picaretas da politica atuavam  na mais perfeita tranquilidade. O Pajé nomeava o operador, que passava os recursos para o doleiro que transferia aos partidos e políticos, assim eram bem sucedidos nas suas atividades desonestas e malandras.

Caíram na besteira de se desentender. A coisa deu pra trás. O desmantelo tomou de conta por causa da desunião e das futricas. Entrou  água no negócio.

Esse fato me fez lembrar umas mulheres do sitio Charneca, em Várzea-Alegre, que até então faltava pouco para serem beatificadas, não havia quem soubesse nada sobre elas que desabonasse a conduta de honradez e fidelidade moral.

Um dia, lavavam roupa no açude do velho Januário e começou uma arenga entre duas delas. A teima foi tomando corpo e determinada hora uma disse para a outra : Você pensa que eu não seu que você traiu seu marido com Janjão?  A outra,  você também botou chifre no seu esposo com Generino! Ele me falou!

Uma terceira aconselhou : acabem com isso, esses segredos não devem ser revelados. É muito feio. Não fica bem pra vocês! Outra retrucou : Fique no seu lugar, não se meta, que você botou chifre no seu esposo  com os dois.

Tanto num como no outro caso  a briga botou a caçada no mato.

2 comentários: