Páginas


"Ultrapassa-te a ti mesmo a cada dia, a cada instante. Não por vaidade, mas para corresponderes à obrigação sagrada de contribuir sempre mais e sempre melhor, para a construção do Mundo. Mais importante que escutar as palavras é adivinhar as angústias, sondar o mistério, escutar o silêncio. Feliz de quem entende que é preciso mudar muito para ser sempre o mesmo".

Dom Helder Câmara


quarta-feira, 13 de setembro de 2017

EITA COISA RUIM - Wilton Bezerra.


Toda doença é ruim.
Mas, a doença da desilusão é uma doença escrota.
E o que é pior: não tem cura.
Pense num aniquilamento de nossas crenças e a convicção da inutilidade das coisas.
A politica brasileira é o vetor mais poderoso para o desencanto espalhado pelo país.
Esquerda, direita, centro e o cacete.
P.N!
Cretinos que se escondem atrás de falsas ideologias para esconder o lado podre que carregam.
Iguais nas atitudes a dirigentes esportivos.
Quando a torcida de Corinthians perfurou com um sinalizador o crânio de um garoto de 14 anos, Kevin, na conhecida tragédia de Oruro na Bolivia em 2013, o presidente do clube, Mário Gobbi, só teve uma preocupação: impedir que o jogo seguinte fosse realizado de portões fechados como punição da Conmebol.
Isto é, se preocupou apenas com o dinheiro.
Os políticos no Brasil, cada vez mais, só se preocupam com os lucros da próxima eleição.
Em algum momento, imagino que a crônica especializada sente repulsa em meter a mão nessa merda todo dia.
Ossos do oficio.
Impossivel ver televisão e ler jornal sem provocar engulhos.
Quanta desfaçatez.
O pedestal ocupado por essa gente tem um sustentáculo: o voto da população.
O mal da descrença só será mitigado quando tivermos povo e não apenas população decidindo.
Povo mesmo tem noções de cidadania.
Por enquanto é só chorar lágrimas de esguicho no meio fio.

Um comentário:

  1. O Brasil, em todos os segmentos, alcançou a "INIQUIDADE". Se não sabe o significado do termo pesquise e há de concordar comigo.

    ResponderExcluir